Google+ Policial norte-americano quase engole pérola raríssima | Curiosidades, Dicas e Humor

Policial norte-americano quase engole pérola raríssima




















Vamos batizar essa história de Pérolas à La Carte. Uma joia rara em tons de roxo encontrada em amêijoas – uma espécie de molusco abundante em Rhode Island, nos Estados Unidos, que por lá é chamada de quahog – não estava no menu quando Mike Serino, um policial de Massachusetts, pediu cozido de mariscos em seu jantar de aniversário, seis anos atrás. Porém, foi exatamente isso que ele encontrou quando mordeu algo duro.

“Parecia um ovo de Páscoa em miniatura”, disse Harry Morgan, avaliador de uma casa de leilões que analisou a pérola. “Eu já as coletei, preparei e comi, mas não sabia que quahogs produziam pérolas”.

Na verdade, muitos moluscos de água doce e salgada produzem pérolas, não apenas as ostras. Elas podem se formar em mexilhões, conchas, búzios e vieiras, para citar alguns, e vêm em um arco-íris de cores, dependendo da espécie de molusco. A ostra gigante (Tridacna gigas), que pode chegar a 1,2 metros e pesar mais de 200 kg, é responsável pela maior pérola conhecida: a Pérola de Allah, de quase 7 kg que, no final das contas, não parece algo que você chamaria de joia e sim de pequeno cérebro.

Variedade

Nem todas as pérolas têm valor – especialmente o tipo destruidor de dentes encontrado em espécies comestíveis -, mas ocasionalmente a natureza produz um exemplo muito precioso e raro. Em 2010, uma joalheria de Dubai vendeu uma pérola laranja do tamanho de uma noz por US$ 722.500 – algo em torno de R$ 2,3 milhões. “Elas são encontradas nos caracóis marinhos Melo melo, que vivem no Mar do Sul da China e ao redor dessa região”, explica Rahul Kadakia, diretor internacional da joalheria.

“Esta pérola quahog cor de lavanda pode não ser tão valiosa quanto, mas a sua descoberta em um restaurante de Massachusetts deve ter sido tão emocionante como seria para um mergulhador encontrar uma grande pérola no fundo do oceano”, diz Kadakia.

O que exatamente é uma pérola? “É uma adaptação para livrar-se de um pouco de sujeira”, explica Paula Mikkelsen, bióloga que estuda moluscos e diretora associada para ciência no Instituto de Pesquisa Paleontológica em Ithaca, Nova York.

De onde elas vêm

O manto, a parte carnuda do molusco, puxa carbonato de cálcio da água e faz camadas com ele ao redor do intruso irritante. Se cortar uma pérola ao meio, você verá camadas concêntricas de um material conhecido como nácar envolvendo um núcleo.

“O mito de que as pérolas são formadas em torno de um grão de areia não é verdade”, afirma Mikkelsen, que também foi uma das curadoras da exposição “Pearls” no Museu Americano de História Natural, em Nova York, e no Museu Field, em Chicago, cerca de 12 anos atrás. “As pérolas quase nunca se formam em torno de algo inorgânico, como um grão de areia ou uma rocha. Elas são geralmente formadas em torno de algo orgânico, muitas vezes um parasita. Pérolas naturais, no caso”.

As pérolas cultivadas são formadas por inserção de um grânulo em uma ostra, mas uma pedaço de tecido de uma outra ostra é necessário. “Então as pérolas não são apenas produzidas por animais vivos, são produzidas por causa deles”.

A história de Serino

Quando ele descobriu a pérola de cor lavanda, Serino não deu muita importância. Ele a deu a sua filha, que a colocou em sua caixa de joias. Os anos se passaram até que, há quatro meses, ele viu uma notícia na televisão sobre uma mulher que tinha encontrado uma pérola quahog que valeria alguns milhares de dólares.

Foi quando ele entrou em contato com Morgan na casa de leilões. “Eu recebo dezenas de ligações sobre pérolas”, conta o avaliador. “A maioria delas são cultivadas e nada pelo que precisemos nos empolgar, mas eu disse: “Claro. Pode trazer aqui”.

Esta pérola em especial acabou sendo exatamente o algo pelo qual valia a pena se empolgar. A maioria das pérolas de amêijoas são disformes, sem brilho ou acabam se quebrando quando são processadas para os cozidos. Por ser tão incomum, foi difícil até mesmo estimar um valor para a peça – que ficaria entre US$ 10 mil e US$ 15 mil. Espera-se que a pérola de Serino seja leiloada em breve.

Fonte: hypescience
Share on Google Plus

About Lello Pensador

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.