Google+ Perfume imunológico para atrair parceiros? | Curiosidades, Dicas e Humor

Perfume imunológico para atrair parceiros?


Parece que a ideia de que, para uma relação funcionar, “tem que rolar uma química” tem um inesperado fundo de verdade.

Em um estudo recente, cientistas demonstraram que as mulheres dão preferência a perfumes que tenham uma essência semelhante aos seus complexos de histocompatibilidade, como se quisessem inconscientemente fazer propaganda de seus sistemas imunológicos.

Perfumes e sistemas imunológicos

Os complexos de histocompatibilidade principais, ou MHC na sigla em inglês, são como impressões digitais químicas que permitem que o sistema imunológico detecte quando uma célula é do próprio corpo ou é um elemento estranho.

Eles parecem ser levados em conta, mesmo que inconscientemente, na hora de escolher um parceiro, porque a incompatibilidade de sistemas imunológicos pode levar a filhos com baixa resistência a infecções ou então doenças autoimunes.

Outras pistas do papel do MHC já surgiram em outras pesquisas, como a que descobriu que mulheres preferiam camisetas suadas de homens que tinham MHCs não muito diferentes nem muito semelhantes aos delas. Outro trabalho também demonstrou que os genes do MHC guiam a escolha do perfume preferido.

Outras coincidências estranhas também intrigavam os cientistas, como o fato de que todas as populações usam perfume desde que foi inventada a escrita, e os ingredientes dos perfumes são bastante semelhantes mesmo em culturas diferentes.

Seu perfume, seu sistema imunológico

Talvez as pessoas estivessem usando inconscientemente o perfume para espalhar informações sobre seu sistema imunológico a possíveis parceiros.

Para verificar isto, os cientistas pediram para 22 mulheres aplicarem quatro versões diferentes de um perfume na axila em duas noites diferentes.

Embora o odor detectado conscientemente dos perfumes fosse idêntico, cada um continha uma versão diferente de moléculas de MHC.

O teste mostrou que mulheres que não fumavam e não estavam com gripe tendiam a escolher as misturas que tinham odor semelhante ao do seu próprio sistema imunológico.

Com esta descoberta, os cientistas dizem que um novo mercado de produtos químicos científicos que tenham o “odor” do sistema imunológico das pessoas pode substituir o uso de produtos como o âmbar, produzido de restos de baleias, ou o amíscar, retirado de secreções de glândulas de veados – produtos proibidos em países da Europa por provocarem reações alérgicas. 

Fonte: hypescience
Share on Google Plus

About Lello Pensador

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.