Google+ Componente do chocolate pode reverter perda de memória causada por idade | Curiosidades, Dicas e Humor

Componente do chocolate pode reverter perda de memória causada por idade


Flavonoides encontrados no cacau podem reverter o declínio da memória relacionado com a idade em idosos saudáveis, descobriu um estudo conduzido pela Universidade Columbia (EUA).

A pesquisa fornece a primeira evidência direta de que o declínio da memória relacionado à idade em humanos pode ser causado por alterações em uma região específica do cérebro, e que esta forma de declínio pode ser melhorada através de uma intervenção dietética.



A ligação

Tipicamente, humanos mostram algum declínio nas habilidades cognitivas, incluindo a aprendizagem e memória, a partir do início da idade adulta. Geralmente, isso não tem qualquer impacto notável na qualidade de vida até os cinquenta ou sessenta anos.
O declínio da memória relacionada com a idade é diferente do comprometimento da memória muitas vezes devastador que ocorre com a doença de Alzheimer.

Trabalhos anteriores haviam mostrado que alterações em uma parte específica do cérebro – o giro dentado – são associadas com o declínio da memória relacionado com a idade. Até agora, porém, a evidência em humanos era de uma correlação, não uma causalidade.


Para ver se o giro denteado era a fonte de declínio da memória relacionada à idade em humanos, os cientistas testaram se compostos chamados flavonoides de cacau podiam melhorar a função desta região do cérebro, e portanto da memória. Flavonoides extraídos de sementes de cacau tinham melhorado conexões neuronais no giro denteado de ratos em outros estudos.

O estudo

37 voluntários saudáveis com idades entre 50 e 69 anos foram colocados aleatoriamente em dois grupos e receberam uma dieta rica em flavonoides (900 mg de flavonóis um dia) ou uma dieta baixa em flavonoides (10 mg de flavonóis por dia) durante três meses.

Essa quantidade foi colocada em uma bebida de cacau preparada especificamente para a pesquisa e produzida pela empresa de alimentos Mars Incorporated, que também apoiou financeiramente, em parte, o estudo. A companhia utilizou um processo patenteado para extrair os flavonoides de cacau. A maioria dos métodos de processamento de cacau removem muitos dos flavonoides encontrados na planta crua.

Exames de imagem do cérebro e testes de memória foram feitos com cada participante antes e após o estudo. Eles se concentraram em avaliar um tipo de memória controlada pelo giro dentado.

“Quando fotografamos os cérebros dos nossos sujeitos de pesquisa, encontramos melhorias notáveis na função do giro denteado naqueles que consumiram a bebida de cacau com mais flavonoides”, disse um dos autores do estudo, Adam M. Brickman.

O grupo da dieta rica em flavonoides também teve um desempenho significativamente melhor no teste de memória. “Se um participante tinha a memória típica de uma pessoa de 60 anos de idade no início do estudo, após três meses, tinha a memória típica de uma pessoa de 30 ou 40 anos de idade”, disse o Scott A. Small, autor sênior da pesquisa.


Os resultados ainda precisam ser replicados em um estudo maior para serem confirmados, mas a equipe de pesquisa já está planejando isso.

Flavonoides, não chocolate

A descoberta é promissora, mas antes que as pessoas comecem a comer mais chocolate para tentar reverter o declínio de memória associado com o envelhecimento, os pesquisadores advertem que o produto usado no estudo não é o mesmo que se vende nas lojas e mercados. Eles não recomendam um aumento no consumo de chocolate numa tentativa de obter este efeito.

Flavonoides não são encontrados só no cacau, aliás. Também podem ser vistos naturalmente em folhas de chá e em algumas frutas e vegetais, mas a quantidade do composto em cada alimento varia.

A formulação exata utilizada no estudo é a única que os cientistas sabem que funciona para o fim de melhorar a memória. Ela também levou a uma melhoria da saúde cardiovascular.


Além de flavonoides, estudos anteriores concluíram que o exercício físico também pode melhorar a memória e a função do giro denteado em pessoas mais jovens. No estudo atual, os pesquisadores não foram capazes de avaliar se o exercício teve um efeito sobre a memória ou sobre a atividade giro denteado. 

Fonte: hypescience.com
Share on Google Plus

About Lello Pensador

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.