Google+ As pessoas realmente podem prever chuva em seus ossos? | Curiosidades, Dicas e Humor

As pessoas realmente podem prever chuva em seus ossos?


Você já deve ter ouvido alguém falar que, quando suas juntas doem, é certeza que vai chover.

Isso é verdade? As pessoas podem mesmo prever chuva usando nada além de seus ossos?

Sim. A nova questão em aberto, então, é por quê? A essa pergunta, a ciência já tem mais dificuldade em responder.

A ligação

Pesquisadores estudam esse fenômeno há décadas. A maior parte dos estudos parece indicar que os ossos e as articulações, enfraquecidos pela idade ou por alguma lesão, podem ser sensíveis a mudanças sutis na pressão barométrica.

A pressão barométrica é uma medida da densidade da atmosfera. Alterações súbitas (especialmente quedas) tipicamente sinalizam uma mudança no tempo.

Em um dos primeiros estudos a estabelecer uma ligação entre pressão barométrica e articulação, publicado em 1990, cientistas da Universidade da Pensilvânia (EUA) colocaram quatro pacientes com artrite em uma câmara onde tinham o controle da temperatura, umidade e pressão barométrica. Três dos pacientes relataram um aumento na dor sempre que a pressão caía.

O estudo era muito pequeno para que os pesquisadores tirassem conclusões definitivas, mas novas pesquisas nos anos seguintes apoiaram seus resultados.

A maioria dos estudos posteriores comparou relatos de dor com os dados de estações meteorológicas. Um dos mais recentes, publicado em 2007, correspondeu os relatos de 200 pessoas com artrite de todo os EUA com a temperatura, umidade e dados de pressão em estações locais (até 1,6 km de proximidade aos pacientes).

Eles descobriram que a dor nas articulações muitas vezes precedia uma mudança na pressão barométrica.

O motivo

Para descobrir exatamente o que acontece dentro de uma articulação conforme a pressão barométrica sobe ou cai, seria preciso realizar alguns procedimentos bastante invasivos. Assim, os cientistas utilizam apenas resultados de estudos fisiológicos para tentar formular hipóteses.

A ideia mais aceita hoje em dia é que a pressão do ar afeta de alguma forma o fluido que mantém as nossas articulações lubrificadas. Não só este fluido permite que as articulações dobrem, torçam e giram, como ajuda a estabilizá-las para que você possa manter o seu equilíbrio.

Partes macias do seu corpo são suscetíveis à pressão atmosférica. Elas incham quando a pressão cai. É por isso que seus pés incham durante viagens de avião, por exemplo. O fluido nas articulações não é, provavelmente, nenhuma exceção.

Em 1990, um grupo de pesquisadores fez testes nos quadris de cadáveres e descobriu que a pressão do fluido de suas juntas parecia ser regulada pela pressão do ar exterior. A partir disso, pesquisadores do estudo de 2007 especularam que esses fluidos respondem às mudanças barométricas irritando articulações artríticas inflamadas.

Por enquanto, essa é apenas uma teoria. Ainda há muito que a ciência precisa entender sobre o assunto, visto que há uma abundância de pessoas com artrite cujas articulações, apesar de doerem, não têm habilidades de prever absolutamente nada.

Fonte: hypescience
Share on Google Plus

About Lello Pensador

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.