Google+ As 7 extinções mais misteriosas da história | Curiosidades, Dicas e Humor

As 7 extinções mais misteriosas da história

Ao longo dos milhões de anos, diversas espécies de seres vivos passaram pela Terra. Grande parte deles desapareceram, seja por catástrofes naturais, seja pela evolução ou ainda pela intervenção humana.

Muitas extinções que aconteceram no passado ainda não são bem compreendidas, sobretudo sua causa. Agora os pesquisadores levantam suas hipóteses para desvendar esses mistérios.

Confira as 7 extinções mais misteriosas da história:

Gafanhoto


Embora eles existam em massa atualmente, eles sumiram da face da Terra por um curto período de tempo. Entre 1873 e 1877, um enxame de enormes gafanhotos devastou plantações em todo o centro-oeste dos EUA, causando um prejuízo de centenas de milhões de dólares. Pouco menos de 3 décadas de depois, esses gafanhotos foram extintos.

Os fazendeiros organizaram um exército para aniquilar todos esses insetos do mundo? Certamente não. Alguns pesquisadores acreditam que a extinção desses gafanhotos foi causada por grandes mudanças ambientais.

Mas o mais provável é que os ovos de gafanhotos tenham sucumbido a irrigação e aração usada pelos fazendeiros após a destruição das plantações.


Tubarão branco gigante


Essa espécie de tubarão gigante viveu entre 28 e 1,5 de milhões de anos atrás, e reinava os oceanos da Terra. Eram capazes de comer grandes baleias com seus dentes de 18 cm de comprimento.

Atingiam um tamanho de mais de 18 metros, e pesavam cerca de 100 toneladas. O tubarão branco, seu parente mais próximo, dificilmente atinge um tamanho de 6 metros, como comparação.

Então como foi possível esse monstro ter desaparecido, já que não havia nenhuma espécie que lhes ameaçava? Não sabemos. Os pesquisadores levantaram a hipótese do tubarão branco gigante não ter sido capaz de lidar com o resfriamento dos oceanos e com a diminuição do nível do mar, que se deu no período Piloceno e no início do período Pleistoceno.

Outros cientistas acreditam que o desaparecimento dessa espécie se deva a extinção de outra espécie, as baleias gigantes - que eram vítimas do tubarão.

Mamute-lanoso


O mamute-lanoso habitou a América do Norte, Europa e Ásia por 250.000 anos. Embora uma pequena população tenha sobrevivido até 3.700 anos atrás, a maioria desses gigantes peludos desapareceu há 10.000 anos.

Uma das hipóteses é que humanos caçavam esses animais, até a extinção. Outros cientistas defendem a ideia de que a extinção desses mamutes se deu ao fato de grandes mudanças climáticas terem acontecido, possivelmente aliada ao fator da caça.

Potoroo


Durante a colonização da Austrália, muitas espécies sofreram a extinção.

Algumas delas tiveram sua população reduzida por causa do desmatamento, outras sofreram por causa da predatória raposa vermelha, introduzida no país no século XIX, visando a caça. Contudo, uma espécie conhecida como Potoroo desapareceu antes mesmo da chegada dos colonizadores, algo incomum.

Esse marsupial com menos de 25cm de comprimento desapareceu por volta de 1875. Os pesquisadores não sabem por quanto tempo esses animais sobreviveram depois desse ano, assim como não sabem o que os fez desaparecer. Algumas pesquisas indicam que a predação de gatos selvagens levados ao país no século XVII através de naufrágios holandeses teve um papel fundamental na extinção dos Potoroo.

Atelopus Longirostris


Trata-se de uma espécie de sapo extinta por volta de 1989. Essa anfíbio habitada florestas úmidas no norte do Equador e a causa de sua extinção não é conhecida.

Os pesquisadores acreditam que uma doença denominada quitridiomicose esteja envolvida no processo de extinção. O fungo responsável pela doença ficou conhecido como o assassino de sapos. Além disso, esse sapo teve que lutar contra a mudança climática e desmatamento, o que deve ter contribuído para a extinção.

Pássaro elefante


Essa curiosa espécie de ave vivia no Madagascar e estava dividida em 4 espécies diferentes. Está entre as maiores aves que já habitaram a Terra, com seus 3 metros de altura e peso de mais de 450 kg.

Os pássaros elefantes foram extintos em meados do século XVIII, e pesquisadores acreditam que a extinção teve uma ajuda humana. Isso porque os povos da época roubavam seus ovos, que eram cerca de 150 vezes maiores que um ovo de galinha, além é claro da nossa intromissão em seu habitat.

Neandertais


Nossos irmãos hominídeos não podiam deixar de fazer parte da lista. Eles foram extintos há 30.000 anos, mas o motivo ainda é um mistério.Alguns cientistas defendem a ideia de que sua extinção se deu ao fato da ocorrência de uma grande mudança climática, impulsionada por atividades vulcânicas.

Mas o mais provável é que os Neandertais foram extintos por humanos modernos, superando os Neandertais em adaptação ou cometendo genocídio, embora nenhuma evidência comprove essa hipótese. Há ainda a ideia de que esses hominídeos se cruzaram com os primeiros homens modernos, e de alguma forma, isso os levou a morte.


Image and video hosting by TinyPic
03 unidades - R$9,99
10 unidades - R$27,00
100 unidades - R$250,00
Share on Google Plus

About Lello Pensador

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.