Google+ Você pode coçar um ponto de seu corpo e sentir a coceira em outro, saiba como | Curiosidades, Dicas e Humor

Você pode coçar um ponto de seu corpo e sentir a coceira em outro, saiba como

Não é algo exatamente frequente, mas você já arranhou seu braço e sentiu uma ardência nas suas costelas? Ou beliscou sua perna e acabou sentindo uma pontada fantasma nas suas costas?


Essa sensação é chamada de “mitempfindung” – do alemão, que ganhou o nome em inglês de “referred itch”, que, em tradução livre, significa algo como “coceira encaminhada” ou “coceira referida” (ufa!).


Mitempfindung ganhou esse nome de Johannes Muller, psicólogo e professor de fisiologia alemão que fez vários trabalhos em meados de 1800, descobrindo coisas das anatomias vários seres, de humanos a rãs. Tal fenômeno é conhecido desde os anos 1700 e, provavelmente, já causava muitas dúvidas bem antes disso.

A “coceira referida” é algo sutil. Por exemplo, se eu beliscar um lugar no meu braço direito, sinto uma “pontada leve” no lado direito da minha caixa torácica. Algumas pessoas notam que, quando arranham suas costas ou estômago, sentem algo arranhando suas pernas. Na maioria das vezes, não passa disso: uma sensação um pouco confusa que você pode experimentar de vez em quando.

Ocasionalmente, a situação pode ficar um pouco mais dramática. Um homem que havia passado por um transplante de coração notou que, quando as pessoas tocavam sua orelha direita, ele tinha acessos de tosse violentos. Ele sentia a “coceira” na garganta.

Para a maior parte das pessoas, no entanto, esta síndrome não causa dano algum e, por isso, não tem sido particularmente bem estudada. Uma pesquisa observou que as pessoas que têm sinestesia têm quatro vezes o nível de base da coceira referida, mas também indicou que apenas 10% tinha passado por tal experiência. Outros estudos mostraram números bem discrepantes, apontando que entre 50% e 90% das pessoas já experimentaram o fenômeno.

Mas de onde a coceira referida vem?

Existem algumas teorias sobre o que causa esta coceira. Uma é simplesmente que, ainda na fase embrionária, certos nervos se ramificam mais expansivamente do que outros. Isso explicaria por que os pontos conectados no corpo são diferentes de pessoa para pessoa. Geralmente, estes pontos ficam nos braços, pernas e tronco, contudo há casos de conexão entre o ouvido e garganta, ou polegar e língua.

Outra teoria seria de que danos à via espinocervical, um caminho mais rápido entre os nervos e o cérebro, pode resultar em hiperatividade dos neurônios da via. Isso, no entanto, provavelmente produziria uma sensação extensa a todo o corpo, ao invés de sensibilidade em locais pontuais. Um estudo de 2012 também mostrou (supostamente) que os “pontos irmãos” da mitempfindung correspondem aos meridianos da acupuntura – o que provaria que esta técnica tem fundamentos biológicos.

inalmente, as pontadas gêmeas podem ser apenas um reflexo do fato de o cérebro ter de embalar todas as sensações de um grande corpo em uma pequena quantidade de espaço. No córtex cerebral e no tálamo, ambas áreas do cérebro que lidam com o tato, regiões responsáveis ​​pelo torso e pelos membros se sobrepõem. Um nervo “balançando” pode excitar um nervo próximo no cérebro e estes dois nervos vizinhos podem corresponder a diferentes regiões do corpo.

E você, já passou por isso?  

Fonte:  hypescience.com

Image and video hosting by TinyPic
03 unidades - R$9,99
10 unidades - R$27,00
100 unidades - R$250,00
Share on Google Plus

About Lello Pensador

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.