Google+ Viagem no tempo: mais possível do que você imagina | Curiosidades, Dicas e Humor

Viagem no tempo: mais possível do que você imagina

Quase todos nós já vimos um ou dois filmes sobre viagens no tempo. O conceito de ir para trás e para frente no tempo sempre despertou a imaginação das pessoas.

Historicamente, sempre foi considerado nada mais do que apenas ficção científica, no entanto, isso mudou quando a teoria da relatividade de Albert Einstein abriu a porta para a possibilidade de viajar no tempo. Isso nos deu uma nova forma de ver o espaço e o tempo - forma esta que era muito diferente da imagem existente estabelecida por Isaac Newton.


A mecânica clássica de Newton foi baseada na premissa de que o tempo passa de maneira uniforme em qualquer lugar e em todos os lugares. A teoria especial da relatividade de Einstein, no entanto, nos diz que o fluxo do tempo não é constante em todo o universo. Quanto mais rápido você se move, mais devagar o tempo passa, até chegar à velocidade da luz, onde o fluxo do tempo para. Isso prova essencialmente que a viagem para o futuro é possível - tudo o que você precisa fazer é montar uma nave espacial que se mova a uma velocidade próxima à velocidade da luz, orbitar a Terra por algum tempo, e depois voltar. Se a sua nave espacial se mover a 95% da velocidade da luz e você orbitar a Terra por 1 ano, quando você voltar 10 anos teriam passado na Terra.

Esta teoria também nos diz que se você se mover mais rápido do que a velocidade da luz, você será capaz de viajar no tempo. Claro que, como a maioria de nós já deve saber, nada pode viajar mais rápido que a luz, mas a teoria da relatividade geral de Einstein tem algumas previsões que podem nos permitir enganar algumas leis da física e viajar mais rápido que a luz.

A teoria da relatividade geral de Einstein lida com a gravidade e o tecido do espaço-tempo. Na imagem de Einstein do universo, o espaço e o tempo são combinados em um espaço-tempo, e a geometria do espaço-tempo é afetada pela matéria que está nele. Einstein mostrou que o tecido do espaço-tempo pode ser dobrado, esticado ou torcido, dependendo da matéria dentro dele. Podemos tirar proveito disso para poder viajar mais rápido do que a luz - tudo que nós precisamos é de um buraco negro em rotação. O buraco negro em rotação torce continuamente o espaço-tempo ao seu redor. Portanto, se pudéssemos orbitar o buraco negro a uma velocidade muito próxima da velocidade da luz, um observador externo nos veria se movendo a uma velocidade mais rápida do que a luz, dependendo de quão rápido o espaço-tempo está sendo torcido. Nós não estamos quebrando as leis da física aqui, como não estamos realmente se movendo mais rápido que a luz. É que quando visto a partir do exterior a ilusão é essa, por causa da adição de velocidades.

Outra previsão da relatividade geral que podemos usar é a ponte de Einstein-Rosen, ou como é mais popularmente conhecida, um buraco de minhoca. Um buraco de minhoca é um atalho cósmico de um ponto no espaço-tempo para outro. Devemos lembrar que Einstein combinou espaço e tempo em uma coisa só, e para que possamos utilizar um buraco de minhoca na verdade estamos viajando através do tempo e espaço. Ainda não é certo como podemos fazer um buraco de minhoca, e teoricamente ele só existe por uma quantidade de tempo muito pequena. Mantê-lo aberto será outro problema.

Tem sido debatida a possibilidade de viajar de volta no tempo. A maioria está convencida de que é impossível por causa dos muitos paradoxos que isso pode causar, em especial a lei da causalidade. A lei da causalidade afirma que a causa deve sempre acontecer antes de seu efeito. Esta lei pode ser quebrada pela viagem no tempo para trás, como é demonstrado pelo famoso paradoxo do avô. Se você voltar no tempo e matar seu avô, seu pai, e, portanto, você - não vai nascer. Se você não nascer, você não teria sido capaz de matar seu avô... Outro paradoxo diz respeito à passagem de informação a partir de uma hora para outra. Vamos dizer que nós vamos voltar no tempo e ensinar o jovem Isaac Newton todas as leis da física que ele mesmo descobriu. Agora, de onde é que essas leis vieram? Já não podemos dizer que elas vieram de Newton porque nós lhe ensinamos essas ideias. Nós, por outro lado, não podemos dizer que elas vieram de nós, uma vez que, obviamente, elas vieram de Newton. Por último, o paradoxo mais fácil de entender é por que não vemos viajantes do tempo do futuro? Existem muitos outros paradoxos que podemos pensar em viajar para trás com o tempo, mas, felizmente, a física moderna tem uma solução para estes paradoxos.

Para resolver o paradoxo de voltar no tempo, alguns físicos dizem que, se você voltasse no tempo, você chegaria no passado de outro universo. Então, quando você voltar no tempo, você vai chegar em outra linha de tempo, uma linha do tempo que você não pode causar paradoxos. Esta teoria de universos paralelos resulta da natureza probabilística da mecânica quântica. Na mecânica quântica, você não pode dizer a posição específica de uma partícula. Em vez disso, você só pode calcular a possibilidade de que ela vai estar em um lugar específico. Cada uma dessas possibilidade acontece, não em nosso universo, mas em outro universo. Na verdade, esta teoria nos diz que há um número infinito de universos paralelos.

Se de alguma forma formos capazes de viajar através do tempo, poderíamos nos tornar mestres do universo (ou quase). A base filosófica e científica para a viagem no tempo ainda está sendo debatida, mas uma vez que inventarmos uma máquina do tempo (e eu gostaria de estar vivo para ver isso acontecer), será a descoberta mais importante da humanidade.


Image and video hosting by TinyPic
03 unidades - R$9,99
10 unidades - R$27,00
100 unidades - R$250,00
Share on Google Plus

About Lello Pensador

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.