Google+ Yareta, a planta de 3.000 anos de idade | Curiosidades, Dicas e Humor

Yareta, a planta de 3.000 anos de idade

Estas rochas sobre as terras altas dos Andes parecem que estão cobertas de musgo. Na verdade, este é um tipo de planta conhecido como Yareta e vive em colônias que podem durar milhares de anos.


Yareta (Azorella compacta), também conhecida como 'llareta', em espanhol, é uma planta que pertence à família Apiaceae. Ela cresce nos campos frios de Puna, nos Andes, no Peru, Bolívia, norte do Chile e oeste da Argentina em altitudes de 2300 a 4500 metros, onde o vento sopra sem cessar e o frio quebra até mesmo granito. Para sobreviver às condições extremas, Yareta cresce em 'embalagens', de modo que suas densas hastes podem suportar o peso de um ser humano. A planta se mantém próxima do solo, a fim de manter o máximo de calor possível. Isso também ajuda a resistir ao poderoso vento das grandes altitudes, que rasgam as raízes de qualquer planta. Para impedir a perda de umidade por evaporação, a Yareta possui folhas cobertas com cera.
Outro truque que a Yareta aprendeu nas montanhas inóspitas da Cordilheira dos Andres é crescer muito lentamente, em um ritmo de 1,5 cm por ano. A grande bolha de Yareta crescendo nas rochas podem, assim, estar a milhares de anos ali. Muitas Yaretas possuem, estima-se, 3.000 anos de idade.

Como a planta é seca e densa, queima bem e era tradicionalmente colhida para servir de combustível. A quantidade de Yareta sendo removida tornou-se tão relevante que a ameaçava a própria existência da planta. Yareta é agora uma espécie protegida.








Share on Google Plus

About Lello Pensador

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.