Google+ Essa borboleta é metade macho e metade fêmea – literalmente. | Curiosidades, Dicas e Humor

Essa borboleta é metade macho e metade fêmea – literalmente.

Esta condição é rara, mas não única. Foi descoberta em pássaros, insetos e crustáceos em todo o mundo. É inédita em humanos e pensa-se que ocorre de forma diferente em cada um dos grupos listados acima.




Em insetos o mecanismo é bastante compreendido. Uma mosca com cromossomos XX será uma fêmea. No entanto, um embrião que perde um cromossomo Y ainda se desenvolve no que parece ser um homem adulto, embora estéril. Acredita-se que o ginandromorfismo bilateral ocorre quando dois espermatozóides entram em um óvulo. Um destes se funde com o núcleo do óvulo e uma fêmea se desenvolve . O outro esperma desenvolve sem um outro conjunto de cromossomos dentro do mesmo óvulo. Então tanto um macho quanto uma fêmea se desenvolvem dentro de um mesmo corpo .

Existem várias teorias a respeito de como isso pode acontecer em outros animais, como pássaros. Alguns têm sugerido que o ginandromorfismo em aves ocorre quando os cromossomos sexuais são incapazes de se separar na primeira divisão celular após a fertilização. Outros sugerem que o erro ocorre na formação do próprio óvulo, com um óvulo acidentalmente transportando dois cromossomos, um de cada um dos sexos.


Mas nem sempre essa condição anormal se dá de modo perfeito. Às vezes, os animais podem ter uma colcha de retalhos de diferentes células em todo o corpo. Mas, às vezes, como na borboleta acima, o ginandromorfismo bilateral provoca essa divisão perfeita entre as duas metades do corpo.

Share on Google Plus

About Lello Pensador

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.