Google+ Como evitar que seu filho adolescente beba em excesso | Curiosidades, Dicas e Humor

Como evitar que seu filho adolescente beba em excesso


O álcool é uma questão problemática entre adolescentes de todos os países do mundo, especialmente adolescentes menores de idade.

Para ajudar as famílias a lidarem melhor com a questão e conscientizarem seus filhos de que é totalmente inaceitável beber sendo menor de idade, o grupo Mothers Against Drunk Driving (MADD – Mães Contra Beber e Dirigir, em tradução livre) realizou uma pesquisa com resultados bastante esclarecedores.

A pesquisa

663 americanos do ensino médio responderam um questionário online, que perguntava se seus pais aprovavam o consumo de bebidas alcoólicas para menores de idade. Apenas 8% dos adolescentes que disseram que seus pais consideravam o consumo de bebidas alcoólicas por menores totalmente inaceitável eram bebedores ativos. Já quando os pais consideram esse hábito um pouco inaceitável, ou um pouco aceitável ou completamente aceitável, o percentual de bebedores ativos vai para 42%.

Os resultados também mostraram que os adolescentes cujos pais lhes ensinam que beber sendo menor de idade é completamente inaceitável têm 80% menos probabilidade de beber do que os adolescentes cujos pais toleram o consumo de bebida alcoólica antes da maioridade.

“Décadas de pesquisa mostram que não existe uma maneira segura de ‘ensinar’ adolescentes como beber com responsabilidade”, disse Robert Turrisi, professor e pesquisador da Universidade Estadual da Pensilvânia, também nos Estados Unidos, em um comunicado da MADD. “A mensagem de não consumo clara é a maneira mais eficaz que os pais têm para ajudar a manter os adolescentes a salvo de muitos perigos associados ao uso de álcool por menores. Esta questão é demasiadamente importante para ser deixada ao acaso e apenas esperar que o melhor aconteça”, acrescentou.

O professor Turrisi ajudou o MADD a desenvolver workshops online e gratuitos de 30 minutos, que serão realizados em todo o país no dia 21 de abril como parte da campanha chamada “PowerTalk 21”, que é um dia para que os pais são massivamente incentivados a conversarem com seus filhos sobre a importância de não beber até os 21 anos.

Antes disso, o MADD também vai oferecer 21 dias de atividades que visam prevenir que menores de idade bebam em todo o país. Segundo o presidente nacional do MADD, Jan Withers, “é inegável que os pais têm influência sobre o comportamento dos seus filhos adolescentes. Nossos filhos estão ouvindo; Mas o que os pais dizem e como dizem que faz toda a diferença”.

A pesquisa também revela que os adolescentes que não bebem até 21 anos de idade têm:
Mais de 80% menos probabilidade de abusar do álcool ou tornar-se dependente quando mais velhos do que aqueles que bebem antes dos 15 anos;
  • 70% menos probabilidade de dirigirem bêbados quando mais velhos do que aqueles que bebem antes dos 14 anos;
  • 85% menos probabilidade de se envolverem em um acidente de trânsito relacionado com o álcool do que aqueles que bebem antes dos 14 anos;
  • Mais de 90% menos probabilidade de ser ferido enquanto sob a influência do álcool mais tarde na vida do que aqueles que bebem antes dos 15 anos;
  • E 90% menos probabilidade de estar em uma briga depois de beber do que aqueles que bebem antes dos 15 anos.

Conclusão

Pais: conversem com seus filhos.

Share on Google Plus

About Lello Pensador

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.