Google+ Remédio para artrite faz crescer cabelo em homem totalmente careca | Curiosidades, Dicas e Humor

Remédio para artrite faz crescer cabelo em homem totalmente careca


Um novo estudo da Universidade Yale (EUA) curou um homem de alopecia universalis, fazendo crescer novamente cabelo e pelo por todo o seu corpo depois de tomar um remédio para artrite.

O paciente de 25 anos recebeu citrato de tofacitinibe (também conhecido como tofacitinib, e comercializado como Xeljanz, da Pfizer). “Os resultados são exatamente o que esperávamos”, disse o autor sênior do estudo, Dr. Brett King, professor de dermatologia da Escola de Medicina da Universidade de Yale.

A alopecia não tem cura ou tratamento de longo prazo. Ela afeta homens, mulheres e crianças. O início é muitas vezes súbito e aleatório. Embora não prejudique a saúde física da pessoa, pode ter efeitos graves sobre sua qualidade de vida e saúde emocional através de seu impacto sobre a confiança e autoestima. A alopecia afeta cerca de 1,7% da população.

Sua causa exata não é conhecida, mas os especialistas em geral concordam que é uma doença do sistema imunológico, que ataca os folículos pilosos por engano, o que interrompe o crescimento do cabelo.

Existem vários tipos diferentes de alopecia, que variam em gravidade. Alopecia universalis é a perda total de pelo em todo o corpo.

“Este é um enorme passo no tratamento de pacientes com esta condição”, disse King. “Embora seja apenas um caso, nós antecipamos o sucesso do tratamento deste homem com base em nossa compreensão atual da doença e do medicamento. Acreditamos que os mesmos resultados serão duplicados em outros pacientes, e pretendemos tentar”.


O estudo

O paciente do estudo também tinha sido diagnosticado com psoríase, uma condição caracterizada por áreas vermelhas escamosas da pele. O único cabelo que ele tinha era dentro das placas de psoríase na cabeça.

Ele chegou ao departamento de dermatologia de Yale para obter tratamento para essa condição, e nunca tinha sido tratado para alopecia.

Os cientistas examinaram o homem e chegaram a conclusão que ambas as suas doenças podiam ser curadas com o uso de um único fármaco, normalmente usado para tratar artrite reumatoide, chamado tofacitinib. A droga tinha sido utilizada para tratar a psoríase em pessoas e tinha sido eficaz em reverter alopecias menos extremas em camundongos.

O paciente tomou 10 miligramas por dia do medicamento. Depois de dois meses, começou a crescer couro cabeludo e pelo facial pela primeira vez em sete anos. Depois de três meses tomando mais de 15 miligramas por dia da droga, ele cresceu cabelo, sobrancelhas e cílios bem visíveis, além de pelo facial e na axila. Após oito meses, o paciente tinha recrescido totalmente o pelo do seu corpo, inclusive o cabelo.

Ele não relatou nenhum efeito colateral, e testes de laboratório não detectaram nenhum problema.

É provável que a droga tenha desencadeado o crescimento dos pelos ao “desligar” o ataque do sistema imunológico aos folículos capilares.

King já apresentou uma proposta para um ensaio clínico envolvendo uma forma de creme da droga para artrite como um tratamento para uma forma menos extrema de alopecia, que provoca uma perda de cabelo normalmente menos extensa.

Share on Google Plus

About Lello Pensador

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.